Pescadores de Niterói e SG passam por naufrágio em Angra

Uma embarcação com 23 pescadores de Niterói e São Gonçalo naufragou na noite de quarta-feira (08) no mar de Angra dos Reis, na Costa Verde do Estado, na viagem de volta depois de voltar do litoral Itajaí (SC) onde foram realizar o trabalho de pesca. Por sorte um barco que passava pelo local realizou o resgate de 18 pessoas, que chegaram nesta quinta-feira (09) à noite na Ilha da Conceição, em Niterói. Os sobreviventes, de acordo com o Corpo de Bombeiros, estavam com escoriações leves e quatro ambulâncias do Samu já estavam de prontidão no local para prestar os primeiros atendimentos e em seguida foram liberados. De acordo com informações, três pescadores foram localizados sem vida e outros dois continuam desaparecidos. Os familiares das vítimas estavam no local, dentro do píer da empresa proprietária do barco, à espera de notícias dos sobreviventes e dos desaparecidos e reclamaram de informações desencontradas da empresa.

Dentre os tripulantes, quatro eram do bairro do Boaçu em São Gonçalo, sendo que três moram na mesma rua, a Roberto Fernandes. Abalados e em estado de choque, as vítimas lamentavam a morte de companheiros que trabalhavam juntos em barcos de pesca há pelo menos seis anos.

“O sentimento é de pura tristeza. Conheço todos, pois moramos aqui na mesma rua do Boaçu. Estamos muito tristes pela morte das pessoas. O meu primo Alessandro trabalha há seis anos com os três que morreram, eram amigos de sair nos finais de semana inclusive. Meu primo está em choque, não parou de chorar, está tremendo. Do nada o barco começou a afundar. Além do meu primo Alessandro, sobreviveram o Paulo e o Vagner aqui da nossa vizinhança. O outro sobrevivente também mora aqui no bairro. Lamentamos pelos mortos e a tragédia poderia ter sido bem pior, mas graças a Deus não aconteceu”, comentou Edval Francisco da Silva, de 47 anos, primo de um dos familiares que sobreviveu ao naufrágio.

Segundo informações do Primeiro Distrito Naval da Marinha do Brasil, a embarcação pesqueira Nossa Senhora do Carmo I saiu de Itajaí (SC) e afundou na quarta, a cerca de 70 km da Ilha Grande, próximo a Angra dos Reis. A Marinha disse ainda que só tomou conhecimento deste naufrágio na manhã desta quinta-feira (09).

“A MB esclarece, ainda, que 18 tripulantes já foram resgatados pela embarcação pesqueira ‘Costa Amêndola’, que se encontrava nas proximidades no momento do ocorrido e, imediatamente, enviou ao local do naufrágio um Navio-Patrulha, uma aeronave da MB e uma aeronave da Força Aérea Brasileira para realizar buscas pelos outros cinco desaparecidos”, disse a Marinha através do comunicado.

A Marinha informou também que um Navio-Patrulha continuará com as buscas naquela região e que aeronaves voltarão a fazer, na manhã de hoje, uma varredura nas proximidades do naufrágio para localizar os desaparecidos. Segundo informações oficiais o proprietário da embarcação já foi comunicado para colaborar no apoio aos tripulantes resgatados e familiares.

As causas e responsabilidades do ocorrido serão apuradas em Inquérito instaurado pela Marinha do Brasil.

Fonte: Jornal A Tribuna

Comments

comments

Você também pode gostar...